Meu Último Dia. (Morte e Ressurreição do Senhor Jesus Cristo). Full HD (1920 x 1080p).

† Pax Christi!

Meu Último Dia. (Morte e Ressurreição do Senhor Jesus Cristo). Full HD (1920 x 1080p).

Inspirada no “The Passion of The Christ” (produção católica que contou com a participação de Mel Gibson e Jim Caviezel, além de uma enorme equipe cristã internacional como “The Jesuits” e “Regnum Christi”) a presente animação japonesa 「アニメ/アニメーション」 mostra a percepção do Mistério da Redenção pela subjetividade do transgressor (ladrão) arrependido bem como o seu encontro com Jesus Cristo Ressuscitado no Paraíso.

*  *  *  *  *

Christo Nihil Praeponere!

Barra de Links - Catholic Photos 1 - Tipo 1.1

Barra de Links - Catholic Photos 2 - Tipo 2

Barra de Links - Hagiografia - Tipo 1.1

Barra de Links - Sagrado Catecismo - Tipo 1.1

Barra de Links - Multi-Catechism - Tipo 1

CI-P!CIAf-P!CIA-P!CIB-P!CIC-P!CIE-P!CIJ-P!CIL-P!CIM-P!CIO-P!CIU-P!

*  *  *  *  *

Anúncios

A Paixão de Cristo (2004) – (Português do Brasil – Completo).

† Pax Christi.

Considerado o mais fiel documentário histórico das últimas doze horas da Vida do Senhor Jesus, a “Paixão de Cristo” é uma sinopse de fundamentação profundamente hagiográfica, isto é, tem o seu mais relevante resguardo teológico-antropológico na autoridade positiva das Sagradas Escrituras, que por sua vez indicam na Igreja Católica o mais importante atestado literário inspiracional de todos os tempos. Jamais uma produção alcançou tamanha relevância no meio cinemátográfico, quer pela sobriedade e caracterização dos fatos subjetivos que o filme apresenta, quer pela profundidade com qual o intenso martírio do Senhor é interpretado. Exímio destaque recebe o ator estaduniense Jim Caviezel (nome artístico, seu verdadeiro nome é “James Patrick Caviezel, Jr.”). Filho de atriz, tem um irmão mais novo e três irmãs. É descendente de suíços por parte paterna e de irlandeses por parte materna. Caviezel professa com segurança o cristianismo, sendo um dos católicos mais famosos no mundo cinematográfico atualmente. A direção do filme “A paixão de Cristo” foi realizada pelo australiano “Mel Gibson” (outro católico famoso nos cinemas). Gibson estudou na “Congregation of Christian Brothers” e também na “St. Leo’s Catholic College” em “Wahroonga” (New South Wales) no país da Austrália. O roteiro tem a assinatura de Benedict Fitzgerald e também de Gibson.

A interpretação da Virgem Maria é vivida por “Maia Morgenstern”. Interessante é que seu sobrenome (Morgenstern) coincide exatamente com um dos títulos que a Igreja conferiu à Mãe do Senhor. Seu significado é “Estrela da Manhã”: sobrenome e título mariano se encaixam perfeitamente, caracterizando ainda mais a atriz com a personagem por ela interpretada – a d’Aquela que mais como ninguém dentre nós esteve próxima à Pessoa de Jesus Cristo, Sua própria Mãe Santíssima. Maia Morgenstern nasceu na Romênia.

O filme “a Paixão de Cristo” tem como título hebraico הפסיון של ישו sendo lançado no mundo inteiro com o nome em inglês de: “The Passion of the Christ”. O mesmo foi enriquecido com vocabulários em aramaico, uma das línguas (na verdade um dialeto) da Sagrada Escritura.

Há vários fatos interessantes que acompanham as gravações das cenas. Diz-se que certa vez um relâmpago caiu próximo ao próprio Caviezel, o que causou certa consternação e atrapalhou o andamento da produção. Também há relatos de conversões durante o processo de criação do documentário: renúncias a atitudes pecaminosas bem como um retorno para a vivência de fé e espiritualidade por parte de diversos integrantes.

A Paixão de Cristo encontra uma profunda identificação nos Evangelhos, como o caso dos dois malfeitores que estão ao lado do Senhor Jesus Cristo durante a crucificação e são citados justamente pelos quatro evangelistas na Sagrada Escritura: Mt 27,44; Mc 15,27,32; Lc 23,33; Jo 19,18. Segundo a narração lucana, percebe-se o diálogo onde Jesus promete o paraíso, ao pecador arrependido, Lc 23,39-43.

A espiritualidade e mística profundamente cristãs também são vislumbradas nos escritos de Anna Catarina Emmerich (beatificada em 3 de outubro de 2004 por João Paulo II) e influenciaram a produção do “The Passion of the Christ”.

O filme foi entregue a peritos de Sagrada Teologia e comissão de peritos em cinema no Estado do Vaticano. Segundo tais especialistas, a subjetividade das informações é profunda e fiel à objetividade da Divina Revelação. O mesmo também se mantém com qualidade técnica de acordo com as proposições de nossa época.

Sem dúvida é a produção de maior destaque, desde que temas bíblicos foram abordados em via de comunicação cinematográfica.

*  *  *  *  *

Que DEUS, Nosso Senhor, abençoe a todos.

Catholic Photos!!!

Livros Sagrados, Canônicos, Hagiografia e afins!!!

Catecismo da Igreja Católica (português)!!!

Catecismo da Igreja Católica (diversos idiomas)!!!

*  *  *  *  *